Planejamento Integrado protagoniza mais um case de sucesso na implantação de projetos industriais

Com mais de 20 anos de experiência em consultoria e engenharia especializada em viabilidade e gestão executiva de projetos industriais e comerciais, a Reta Engenharia vem destacando a importância da Gestão Compartilhada para a implantação bem-sucedida de projetos e tem atuado como elemento facilitador nesse sentido.

Comprovando o sucesso desse método, é possível citar o Projeto Dique 2 e Balsas, pertencente ao portfólio “SIB – Stay in Business”, da Anglo American, onde a Reta Engenharia responde pela Gestão do Sistema de Planejamento Dinâmico e pela Gestão Executiva dos projetos. Coordenado pelo Engº Henrique Guimarães, o projeto encontra-se em implantação desde agosto de 2015, em parceria com a Integral Engenharia.

Quais as dificuldades do projeto?

Ponto crítico deste projeto é a relevância e a urgência de sua execução para não impactar o ritmo das Operações do cliente. Por essa razão, foi solicitada uma redução no prazo de entrega da obra, mesmo havendo uma limitação no paralelismo das atividades, pelo fato da conclusão do canal extravasor ser uma atividade predecessora ao início das obras de construção do Dique.  

Para mitigar os riscos referentes ao cumprimento do prazo, foram levantadas todas as interferências na execução e respectivas interfaces e, com base nas necessidades do projeto, foi aberto um amplo debate envolvendo todas as partes interessadas. Esse estudo levou à realização de ajustes nas metodologias e na sequência executiva e, ainda, à elaboração de um Planejamento Integrado Detalhado, envolvendo construtora, projetista, gerenciadora e gestora do planejamento. Nele, foram traçados o plano de ataque e as ações a serem realizadas para o cumprimento do novo prazo solicitado, tais como a execução da obra em turnos de trabalho rigorosamente planejados, para conciliar a construção do extravasor e a execução do aterro do Dique.

O planejamento integrado

A elaboração compartilhada do Planejamento Integrado contribuiu para ampliar a visão sobre o projeto e, com isso, identificar estratégias que solucionassem as demandas do cliente. A partir dele, por exemplo, foi negociada a construção de um desvio provisório do córrego, através de um canal alternativo construído com manilhas de concreto, já disponíveis no site. Depois de instaladas, as manilhas possibilitaram o início imediato das obras do Dique.

As primeiras entregas

Dessa forma, obedecendo criteriosamente os prazos previstos e atendendo às metas de qualidade e segurança estabelecidas, foi realizada em junho, a entrega do primeiro marco das obras de expansão: a finalização da implantação do Dique de Sedimentos 02.

Sistema de planejamento e controle dinâmico

Diversos fatores contribuíram para o sucesso na execução desta primeira fase, entre os quais se destacaram o sistema de planejamento e controle dinâmico que deu suporte às ações necessárias para as “correções de rota”; e o alinhamento de objetivos entre as partes envolvidas e interessadas na implantação. Com a combinação desses dois elementos, a primeira etapa da obra pôde ser concluída dentro do prazo e custo, e respeitando os requisitos de qualidade e segurança.

Atualmente, a segunda fase das obras está em andamento. Nela, vem sendo aplicado o mesmo conceito do Planejamento Integrado com os esforços voltados para a conclusão de uma nova etapa até o mês de setembro. A expectativa é que as próximas entregas possam ser realizadas com o mesmo sucesso atingido na entrega do Dique, respeitando as necessidades do cliente, ponto primordial para a Reta Engenharia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *