Avanço dos projetos: o que estamos fazendo na Reta Engenharia?

A Reta Engenharia está atuando em dois projetos incríveis: Arena MRV e o Aeroporto Internacional de Macapá.

Fique por dentro dos avanços, escopo e planejamento de cada um deles.

Arena MRV

A Reta vai atuar nas obras de construção do Estádio Arena MRV, em Belo Horizonte, Minas Gerais. O escopo do trabalho envolve o gerenciamento e o acompanhamento da elaboração dos projetos e da implantação das obras.

O estádio é um projeto do Clube Atlético Mineiro, com duração prevista das obras para 30 meses. A arena será o 10o maior estádio do Brasil em capacidade, com 46 mil lugares e um total de 185.655 m2 de área construída.

No dia 12 de abril, o Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comam) concedeu ao Atlético a Licença Prévia. De imediato serão realizadas as instalações dos tapumes e canteiro de obras. A próxima etapa é a obtenção da Licença de Implantação, que dará permissão para o início da terraplenagem.

A opinião do cliente

Veja a opinião do Bruno Muzzi, CEO da Arena MRV: “A Reta Engenharia foi contratada para exercer o papel de gerenciadora na implantação da Arena MRV. Mesmo com a postergação do início da obra, em função do complexo processo de licenciamento ao qual este projeto está sendo submetido, a Reta tem dado uma contribuição fundamental na organização, resolução e diligenciamento de todas as demandas solicitadas pelos órgãos públicos.
O licenciamento de um projeto desta natureza requer diversas interfaces entre diferentes instituições públicas Opinião dos clientes e parceiros e a coordenação de estudos de diversas disciplinas como trânsito, meio ambiente, drenagem, entre outros. A Reta tem auxiliado tanto na coordenação e planejamento de todos os trabalhos em desenvolvimento quanto na busca de soluções que viabilizem a implantação da Arena.
Outro trabalho de extrema relevância é o controle de custos, que nos dá segurança e tranquilidade em conduzir as atividades, sabendo que as despesas estão dentro do custo planejado.
O sonho do Atlético em ter seu estádio próprio está cada vez mais próximo e a Reta tem nos auxiliado bastante na realização desde propósito.”

Aeroporto Internacional de Macapá

No dia 12 de abril foi inaugurado o Novo Terminal de Passageiros do Aeroporto Internacional de Macapá Alberto Alcolumbre, no estado do Amapá. A Reta Engenharia participou da gestão do Sistema de Planejamento Dinâmico e da gestão executiva das obras.

O Superintendente de Implantação de Projetos, Henrique Alvarenga, contou um pouco dessa experiência: “Nossa empresa, com muito orgulho, teve a oportunidade de fazer parte da equipe que executou este empreendimento, a partir do mês de novembro de 2017. Foram muitos desafios e aprendizados ao longo destes 17 meses, mas que com muita dedicação de toda a equipe do Consórcio Novo Aeroporto e da Infraero, que compartilharam de forma proativa a gestão deste empreendimento, foram superados, culminando com a entrega de um produto final que sem dúvida nenhuma contribuirá sobremaneira para o desenvolvimento do estado do Amapá e região. Agradecemos, nesta oportunidade, ao convite que nos foi feito pelos dirigentes da empresa Dan-Hebert Engenharia, líder do consórcio construtor, para sermos parceiros e integrarmos a equipe, bem como a empresa EPC Construções, como consorciada, pela receptividade.”

Palavra do Diretor

Tem-se falado cada vez mais sobre inovação e a importância da gestão compartilhada para a permanente valorização da Engenharia.
A prática destes conceitos está cada vez mais urgente, já que estamos vivenciando uma fase de transição no mercado. Percebo nas empresas o desejo cada vez maior de se adaptar e de trazer ideias inovadoras para sua gestão. O nosso setor também passará por essa transformação que é a Indústria 4.0, e é fundamental que o segmento de obras industriais esteja alinhado para saber reconhecer e ser parte desse processo.
Ao falarmos em inovação, precisamos necessariamente estar abertos à tentativa e ao erro. Isso passa por uma transformação, na qual é necessário diminuir a importância dos indicadores de curtíssimo prazo e de ambientes excessivamente controladores, pois estes são uma aversão à fronteira do conhecimento aplicado.
Para praticar a inovação, é preciso estimular ambientes harmoniosos e desafiadores, ainda distantes dos modelos que vemos hoje na maior parte do segmento.
A inovação passa pelo compartilhamento de informações e pela gestão da confiança. Ou seja, é imperativo que as empresas estejam dispostas a trocar conhecimento e a formatar um pacto no sentido de resolver problemas que têm em comum. Entender que nós aprendemos nas diferenças e que precisamos da união do setor para discutir e incentivar as melhores práticas é o ponto de partida para o desenvolvimento.
Arrisco dizer que as organizações de sucesso do futuro estão preocupadas agora em transmitir um propósito transformador de longo prazo focando as necessidades dos clientes. A equalização ideal de esforços para a inovação, segundo Hugo Tadeu, professor e pesquisador da Fundação Dom Cabral em Inovação e Empreendedorismo, diz de uma necessidade de investimento de 70% em processos, 20% em produtos e serviços, buscando novos mercados e novos clientes e apenas 10% em tecnologia. Percebe-se com isso que não é a tecnologia o sinônimo da inovação, mas sim as mudanças culturais nas empresas.
É esse caminho que precisamos trilhar, cada um da maneira que for mais viável para a sua Organização, mas juntos buscando um sentido único para essa transformação.

Ilso José de Oliveira – Diretor Presidente

Responsabilidade Social

Pelo 5° ano consecutivo, a Reta vai realizar a Maratona da Leitura, projeto social de incentivo à leitura para alunos de escolas públicas da região de abrangência da empresa.
Esse ano serão doados mais de cem livros para atender as três escolas participantes do projeto. O tema das leituras de 2019 será Segurança.
Em 2018 o projeto trabalhou o tema Meio Ambiente e teve a participação de 125 alunos. Foram realizadas atividades de conscientização sobre coleta seletiva, empreendedorismo sustentável, reciclagem e reaproveitamento de materiais, além de excursões culturais de encerramento do ano letivo e uma Horta Vertical implantada como legado das atividades na Escola Dulce Pinto Rodrigues.
Interessado em participar da nossa campanha de doação de livros?
Entre em contato por e-mail para saber como ajudar: comunicacao@retaengenharia.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *